O uso de Multivitamínicos em utilizadores de Ginásio

Feedback Blog OnVirtualGym
Feedback Blog OnVirtualGym

15 Outubro 2019 | Fitness, Nutrição

15 Outubro 2019 | Fitness, Nutrição

Primeiramente, um multivitamínico é um suplemento que contém mais do que uma vitamina, ou seja, é um suplemento que contém 24 vitaminas e minerais essenciais, 12 de cada.

As vitaminas e minerais são normalmente obtidos através de uma dieta saudável e são fundamentais para um bom funcionamento humano.

Por definição, suplementos alimentares são géneros alimentícios comuns, apesar da sua apresentação doseada e, não podem atribuir propriedades profiláticas de tratamento ou cura de doenças. Estes, definem-se como alimentos que completam a dieta diária de uma pessoa saudável com calorias e/ou nutrientes, no momento em que a sua ingestão, a partir da alimentação, é insuficiente ou quando a dieta requer suplementação.

Os suplementos multivitamínicos são amplamente utilizados por diversas populações específicas e na população em geral.

Parece que o consumo de suplementos alimentares em utilizadores de ginásio está a aumentar significativamente e, este elevado consumo poderá dever-se ao facto da procura por meios mais eficazes para atingirem os seus objetivos num curto espaço de tempo.

Através da literatura conseguimos perceber que, utilizadores de ginásio que consomem multivitamínicos percecionam que estes apresentam o efeito pretendido, efetuam o consumo por motivos de saúde e, preocupantemente alegam que a recomendação é efetuada na maioria dos casos pelo treinador, e por fim, e não menos preocupante, esta aquisição é efetuada na maioria dos casos via online.

Atendendo a recomendações realizadas por especialistas, estes recomendam que a dieta seja rica em frutas, legumes, grãos integrais, alguns queijos, peixes, aves e carnes magras pois são importantes fontes alimentares para um aporte de vitaminas e minerais diversificado, no entanto é um registo alimentar pouco evidenciado numa dieta típica americana, por exemplo.


Poderá beneficiar da suplementação com um multivitamínico se, três condições forem atendidas

  1. Corre risco de várias deficiências nutricionais e não pode adaptar a sua dieta;
  2. O multivitamínico fornece doses suficientes para suprir os riscos de deficiência;
  3. A compra de um multivitamínico é uma opção melhor do que a compra de micronutrientes individuais.


Quais as populações específicas que poderão beneficiar de suplementar com um multivitamínico?

  1. Mulheres grávidas – tomar multivitamínicos durante a gravidez pode reduzir o risco de vários defeitos congénitos;
  2. Pessoas idosas – provavelmente os multivitamínicos podem solucionar as deficiências nutricionais relacionadas com o envelhecimento, mas os benefícios não são claros;
  3. Dietas restritivas – dietas veganas, dietas sem glúten e algumas dietas para perda de peso, dificultam a absorção de todos os nutrientes. Mesmo assim, não quer dizer que seja necessário suplementar com um multivitamínico, rever o planeamento alimentar e posteriormente ponderar o uso de um multivitamínico poderá ser uma boa opção;
  4. Pessoas submetidas a cirurgia bariátrica – em pessoas submetidas a cirurgia bariátrica, um multivitamínico poderá ajudar a manter um bom estado nutricional;
  5. Contexto desportivo – ciclos competitivos muito exigentes (voltas em bicicleta, torneios de desportos em equipa com curto espaço de tempo de recuperação).

No entanto, para a obtenção de níveis ótimos de vitaminas e minerais e um funcionamento humano ideal existe também a necessidade de ingestão adequada destes micronutrientes através da alimentação.

Neste seguimento, quando se verifica uma menor ingestão podem ocorrer deficiências nutricionais, que por norma ocorrem aquando a privação da ingestão de determinadas vitaminas e minerais. Normalmente as deficiências nutricionais ocorrem sobre a forma de deficiência de vitamina D – raquitismo ou deficiência de vitamina C – escorbuto.

Não obstante, quando se verificam níveis elevados de vitaminas e minerais, não significa necessariamente que estamos perante o panorama ideal, pois podem ser igualmente prejudiciais, assim, cada vitamina e mineral apresenta um intervalo de ingestão recomendado, que deve ser direcionada primeiramente à dieta e posteriormente caso não seja corrigida, através da suplementação.

O uso de multivitamínicos parecem não melhorar as medidas de desempenho em indivíduos que praticam uma dieta equilibrada do ponto de vista nutricional. Indivíduos que participam em atividades com classificação de peso ou componentes estéticos são propensos a deficiências nutricionais pois restringem a ingestão de alimentos específicos ricos em micronutrientes.

Quando nos referimos a atletas de resistência, o uso de suplementos multivitamínicos parece ser desnecessário, pois estes micronutrientes podem ser garantidos através da alimentação, dada a alta ingestão energética por estes atletas.

No entanto, os benefícios associados ao uso de multivitamínicos em atletas podem ser questionáveis, principalmente se apresentarem um caso de grande desgaste provocado pela intensidade da prática desportiva ou em carência nutricional.

Acabe com o papel no seu Ginásio! Form Check OnVirtualGym

Inove o seu modo de Reservas! Form Check OnVirtualGym

Otimize a produtividade da sua Equipa! Form Check OnVirtualGym

Simplifique o Acompanhamento Nutricional! Form Check OnVirtualGym

Aumente a Taxa de Retenção! Form Check OnVirtualGym

Form Check OnVirtualGym Acabe com o papel no seu Ginásio!

Form Check OnVirtualGym Inove o seu modo de Reservas!

Form Check OnVirtualGym Otimize a produtividade da sua Equipa!

Form Check OnVirtualGym Simplifique o Acompanhamento Nutricional!

Form Check OnVirtualGym Aumente a Taxa de Retenção!

Form Check OnVirtualGym Acabe com o papel no seu Ginásio!

Form Check OnVirtualGym Inove o seu modo de Reservas!

Form Check OnVirtualGym Otimize a produtividade da sua Equipa!

Form Check OnVirtualGym Simplifique o Acompanhamento Nutricional!

Form Check OnVirtualGym Aumente a Taxa de Retenção!

Conclusão

Em conclusão, a população em geral salvo populações específicas podem conseguir obter a dose necessária de vitaminas e minerais através de uma alimentação variada e equilibrada.

Para populações específicas, pode então tornar-se necessária a suplementação por parte de suplementos alimentares vitamínicos, no entanto esta recomendação deverá ser feita por um especialista, nutricionistas ou médicos, mediante necessidade comprovada.

Por fim, o primeiro passo a adotar é a realização de uma dieta variada e equilibrada, pois se isto não acontecer, não se encontraram benefícios associados apenas com a suplementação.

 

Fontes:

Brisswalter J: Vitamin Supplementation Benefits in Master Athletes – 2014, Sports Medicine.

Henry C Lukaski PhD: Vitamin and mineral status: effects on physical performance – 2004, Nutrition.

Hans K. Biesalski M.D., Ph.D: Multivitamin/mineral supplements: Rationale and safety – A systematic review – 2017, Nutrition.

Ward E.: Adressing nutritional gaps with multivitamin and mineral supplements – 2014, Nutritional Journal.