Storytelling: o que é e como utilizá-lo no seu Ginásio

Feedback Blog OnVirtualGym
Feedback Blog OnVirtualGym

18 Novembro 2019 | Marketing

18 Novembro 2019 | Marketing

Esta é uma história com final feliz.

Após esta declaração, é provável que tenha despertado curiosidade dentro de si. Afinal de contas, quem não gosta de histórias com finais felizes?

Assim são os clientes que todos os dias cruzam a porta do seu ginásio. Em cada um existe uma história de vida que partilham consigo através do treino, na vontade de mudança e no esforço de melhorar a qualidade de vida, saúde e bem-estar! Depositam em si confiança num serviço de qualidade e excelência. Mais do que um treino, um programa de última moda ou uma máquina moderna, a diferença marca-se no que acrescenta em cada um dos seus clientes: mais energia, saúde, autoestima, gratificação pessoal e mais gosto em viver uma vida ativa.

O seu cliente está numa jornada. Não seria bom que ele olhasse para si como o parceiro ideal dessa jornada? O amigo fiel, que está presente nos momentos de maior desafio? Aquele que o vai ajudar a lutar e vencer?

A OnVirtualGym quer convidá-lo a contar essa história. Uma história que provavelmente o cliente ainda não conhece, mas que você sabe que é possível: uma história de sucesso, onde o cliente é a personagem principal.

Para que isso aconteça, precisa de pensar na forma como vai contar essa história ao seu cliente. Leve- o nessa jornada. Mostre-lhe que é possível atingir os objetivos de saúde e bem-estar que pretende. Perceba qual é o desafio do seu cliente e cause impacto com uma mensagem inesquecível.

Em suma, utilize o storytelling para levar a comunicação do seu ginásio a um próximo nível!


O que é o Storytelling e para que serve?

O storytelling é um termo em inglês, dividido em duas partes:
– Story: a história e mensagem a transmitir;
– Telling: a forma como a história é apresentada;

Storytelling é, assim, contar uma história. O objetivo é transmitir uma mensagem única e inesquecível, conectando-se de uma forma muito mais forte com o seu leitor a nível emocional gerando emoções positivas e gratificantes.

Este conceito à primeira vista poderá parecer-lhe uma perda de tempo, mas tenha em conta que o cliente do seu ginásio é uma pessoa, um ser humano com emoções (medo, dúvida, alegria). Ao contar uma história que apela a essas emoções, indo além de uma mera descrição dos pontos positivos ou caraterísticas técnicas, estará a despertar o interesse mais profundo do seu cliente.

Para além disso, o seu cliente vai ser o protagonista dessa história, tornando-se uma pessoa diferente, melhor, mais forte, ativa e confiante porque treina consigo, e porque você e o seu ginásio estão lá, ao lado dele, enfrentando os “monstros” do dia-a-dia, com esperança e vontade de ir mais longe.

Para que comece a partir de hoje a praticar o storytelling na sua comunicação (blog, newsletters, etc.) a OnVirtualGym vai partilhar consigo um modelo com 12 passos.


Os 12 Estágios da Jornada do Herói

Este conceito foi criado pelo roteirista de Hollywood Christopher Vogler, e divide a jornada do herói (o seu cliente) em 12 passos:

  1. Mundo Comum – É o mundo onde o herói vive, ou seja o seu ginásio;
  2. Chamada à aventura – É o desafio que o herói enfrenta, ou seja a “dor” do seu cliente, por exemplo:
    – “Quer chegar ao Verão com maior vitalidade?”
    – “Quer impressionar os amigos com um corpo tonificado?”
    – “Vai sentir muito maior auto-estima…
    – “Depois da época natalícia, quer voltar ao seu peso habitual…”
  3. Recusa à chamada – O herói tem medo de abraçar o seu desafio. Neste caso, procure perceber quais são as dúvidas e receios do seu cliente, em relação ao seu serviço.
    – “Se acha que não tem tempo…”
    – “Nunca é tarde demais para começar a fazer exercício….”
    – “Um preço altamente competitivo….”
  4. Encontro com o mentor – Quando algo ou alguém chama a atenção do herói para a necessidade de agir.
    – “Sente que está mesmo na hora de mudar…”
    – “Ano novo é tempo de novas resoluções…”
    – “Quer seguir o exemplo da pessoa X…”
  5. Cruzamento do primeiro portal – o cliente/herói entra num novo mundo e “deixa” a sua antiga vida para trás. Neste caso pode ser por exemplo o cliente que deixa os seus hábitos de sedentarismo para uma vida mais ativa. Por exemplo:
    – “Assim que se inscrever no nosso ginásio…”
  6. Provações, aliados e inimigos – Já inserido no novo mundo (ginásio), o herói (cliente) enfrenta testes (dor muscular, preguiça em treinar), encontra aliados (personal trainer) e enfrenta inimigos (alimentação inadequada).
  7. Aproximação – O herói começa a ter êxitos.
    – “Queremos que conheça a história do João, que perdeu 5% de massa gorda ao fim de um mês de treino no nosso ginásio.”
  8. Provação traumática – O maior desafio da jornada do seu cliente, ou seja, aquilo que pode fazê-lo desistir e abandonar a jornada (neste caso, desistir de treinar).
    – “O João achou que não conseguia, ao início considerava os treinos muito difíceis e pensou em desistir…”
  9. Recompensa – Depois da tempestade vem a bonança. Após o período mais difícil, com vários desafios e superações, o cliente atinge a sua recompensa:
    – “Conseguiu conquistar um corpo mais bonito…,”
    – “A roupa já lhe serve…”
    – “Uma sensação de vitalidade como nunca imaginou…”
  10. Caminho de volta – É o momento de reflexão, onde o herói pode por momentos “descansar” um pouco e viver o sentimento de missão cumprida.
    – “Hoje, quando se olha ao espelho, o João sente no seu interior uma grande sensação de orgulho.”
  11. Ressurreição – Este é o ponto mais alto da história e a última batalha do herói contra o antigo inimigo. No caso que estamos aqui a falar, o inimigo seria, por exemplo, voltar aos antigos hábitos de sedentarismo, a preguiça, desleixar-se no treino ou descurar a alimentação. Neste ponto o cliente/herói derrota o inimigo totalmente: ele é agora uma nova pessoa, totalmente transformada.
    – “O João está confiante no futuro, pois sabe que no nosso ginásio adquiriu a confiança e conhecimento para prosseguir no seu caminho de saúde e bem-estar…”
  12. Retorno com a recompensa – Por fim, o reconhecimento. Existe uma sensação de superação pessoal, o seu cliente/herói é um exemplo a seguir e o melhor cartão-de-visita do seu ginásio.
    – “Este é o João. Esta é a sua história de sucesso. Faça como o João e comece hoje a sua nova história.”

Acabe com o papel no seu Ginásio! Form Check OnVirtualGym

Inove o seu modo de Reservas! Form Check OnVirtualGym

Otimize a produtividade da sua Equipa! Form Check OnVirtualGym

Simplifique o Acompanhamento Nutricional! Form Check OnVirtualGym

Aumente a Taxa de Retenção! Form Check OnVirtualGym

Form Check OnVirtualGym Acabe com o papel no seu Ginásio!

Form Check OnVirtualGym Inove o seu modo de Reservas!

Form Check OnVirtualGym Otimize a produtividade da sua Equipa!

Form Check OnVirtualGym Simplifique o Acompanhamento Nutricional!

Form Check OnVirtualGym Aumente a Taxa de Retenção!

Form Check OnVirtualGym Acabe com o papel no seu Ginásio!

Form Check OnVirtualGym Inove o seu modo de Reservas!

Form Check OnVirtualGym Otimize a produtividade da sua Equipa!

Form Check OnVirtualGym Simplifique o Acompanhamento Nutricional!

Form Check OnVirtualGym Aumente a Taxa de Retenção!

Conclusão

O storytelling é uma técnica que pode utilizar para levar a comunicação do seu ginásio a um nível superior, gerando uma conexão muito mais forte com as emoções do seu cliente. Seja criativo, dê um “toque” ao seu conteúdo e leve o seu cliente numa jornada mental, ajudando-o a descobrir o herói que está por descobrir dentro dele.

Tenha ainda em mente que, como qualquer técnica, deve utilizar o storytelling de forma equilibrada, de acordo com o seu público-alvo. Da mesma forma que nem sempre é ideal apresentar a sua mensagem de forma muito direta, não precisa de entediar a sua audiência com uma história interminável.

Ainda assim, o storytelling é uma ferramenta muito boa para criar uma mensagem forte, cativante, criativa e inesquecível, que causa uma impressão muito boa na mente e nas emoções da sua audiência.

Ajude por isso o seu cliente a escrever a sua própria história. Ele irá ajudá-lo a escrever a sua.